Turismo
Território - BIS
Por último, e como elemento transversal e estratégico para o desenvolvimento da BIS posiciona-se o Turismo, assente em quatro vectores que dão argumentos para que a BIS se afirme um destino de excelência: a) Turismo de Natureza, dispondo de um riquíssimo património natural, expresso nas áreas classificadas (45.773 ha, que correspondem a 12% do total da área da BIS); b) Turismo Cinegético, com a maior área de caça do País, num total de 307.593,7 ha, dos quais 30% são Zonas de Caça Turística (98 ZCT); c) Turismo Cultural e Religioso, com destaque para os Mistérios da Páscoa, e d) Turismo de Bem-Estar e de Saúde associado às Termas de Monfortinho, com uma importância estrutural no turismo da BIS. Esta importância materializa-se já num conjunto importante de infraestruturas e serviços turísticos (percursos pedestres e equestres, de BTT, canoagem, escalada, birdwatching, etc.), associados a uma rede hoteleira de qualidade (38 hotéis e pensões e 17 unidades de TER, com capacidade para mais de 1200 camas) e um conjunto de eventos culturais e feiras temáticas de âmbito nacional e internacional, de que são exemplos a Bienal do Azeite ou o BOOM Festival (a última edição trouxe mais de 30 mil visitantes oriundos de mais 152 países e com impacto económico de dezenas de milhões de euros).
 
Dos recursos da Beira Interior Sul destacam-se três elementos com potencialidades naturais únicas, que dão ao território argumentos para se posicionar de forma competitiva no mercado do turismo de natureza e em espaço rural. São eles:
 
 

Parque Natural do Tejo Internacional

Constitui um dos mais importantes sítios naturais de Portugal e Europa já que alberga um património natural de excecional valor, em termos paisagísticos, fauna e flora. A criação do Parque teve como grande objetivo a preservação destes recursos e o desenvolvimento sustentável da região. Entre outras atividades de Turismo de Natureza, podem ser desenvolvidas as seguintes: Birdwatching; percursos pedestres; percursos temáticos.
 
 
 

Geoparque Naturtejo da Meseta Meridional 

É a primeira área territorial classificada pela UNESCO em Portugal e conta com um número significativo de sítios de relevante interesse geológico. O principal objetivo do Geoparque é o de valorizar os locais que contam a história da terra e fomentar o desenvolvimento da região através da associação a este Parque de um conjunto de produtos locais. A conservação da natureza, ações de educação e turismo de natureza são objetivos do Geoparque.
 
 
 

Reserva Natural da Serra da Malcata

A reserva natural da Serra da Malcata constitui um espaço privilegiado de recursos botânicos e faunísticos, sendo um espaço de preservação do lince ibérico, atualmente em vias de extinção. Podem realizar-se atividades de desporto na natureza e atividades de interpretação da natureza.

ADRACES © 2017 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: citricweb.pt